Com capacidade de armazenamento de 60 mil litros, expectativa é que companhia economize cerca de 1,5 milhões de litros por ano levando em conta o índice pluviométrico da região

Por Equipe de Redação
Publicado em 22 de março de 2021

A Ambipar, líder em gestão ambiental, inaugura, no Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, um sistema de captação, tratamento e reuso de água da chuva, no complexo industrial da companhia, localizado em Nova Odessa, interior de São Paulo. O equipamento tem capacidade de armazenamento de 60 mil litros e, levando em conta o índice pluviométrico da região, que mede em torno de 1.317,1 mm/ano, a expectativa é a reutilização de 1,5 milhões de litros por ano de água. Isso equivale a 75 mil galões grandes de água. 

O projeto denominado de “Sistema de Captação, Tratamento e Reuso de Alta Performance” será utilizado para abastecer os caminhões pipas destinados a atendimento emergencial, combate a incêndios, limpeza predial, higienização de veículos, máquinas e caminhões, irrigação de áreas verdes e eventuais utilizações para uso potável. 

Para o diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), Gabriel Estevam Domingos, a reutilização de água de chuva no complexo proporciona economia no consumo de água potável. 

“É uma forma de preservar o recurso, principalmente em momentos de crise hídrica ou na situação atual, em que estamos com o principal reservatório do Estado de São Paulo encontra-se em baixa, com 51,5% da capacidade”, afirma Gabriel. 

O sistema conta com tratamento da água para reutilizar em fins potáveis ou não potáveis, bem como o sistema de captação (calhas, dique e tubulações), sistema de descarte dos primeiros minutos de água, componentes filtrantes, purificadores, armazenamento de água bruta e tratada, painel de comando e controle automatizado, que também funciona de forma remota como pelo aparelho celular. 

Indicadores sociais e ambientais 

Além da preservação do recurso hídrico, o projeto também apoia os indicadores sociais do ESG (Environmental, Social, Governance na sigla em inglês). A ONG Ciclo, Social Arte, conta com grafiteiros da comunidade Jardim Ângela, em São Paulo, para realizar a estética visual da área que contempla o sistema de reuso de água de chuva no complexo de PD&I, em Nova Odessa. A arte contempla a fórmula molecular da água, o ciclo dinâmico e parte de seu ecossistema de forma interativa e didática. 

O Complexo de PD&I também atende aos indicadores ambientais. O espaço conta com uma horta colaborativa de produção de hortaliças e legumes orgânicos, área verde (grama, árvores nativas e sistema de drenagem) que é regado com a água de reuso e contém compostagem dos restos de alimentos orgânicos do restaurante como adubo para terra. O piso é ecológico, feito de resíduos reciclados, conta com luz solar natural, mural de exposição de artigos, prêmios, produtos ecológicos desenvolvidos e patentes registradas. E também um painel de cálculo e neutralização da pegada de Carbono de pessoas e empresas (CarbonZ), tornando-se, assim, um núcleo inovativo, sustentável e agradável para o desenvolvimento de projetos clean techs.  

Outros benefícios do Sistema: 

  •  Alta capacidade de tratamento; 
  • Fácil operação e manutenção; 
  • Atente as normas reguladoras que definem a qualidade para diferentes usos; 
  • Baixíssimo custo operacional (não há necessidade de operador, sistema aciona e desliga automático conforme é captada, tratada e distribuída a água); 
  • Ecologicamente correto – preserva os recursos naturais e atende as diversidades de limitações de espaços das empresas e áreas urbanizadas;  
  • Reserva de água para situações de emergência ou interrupção do abastecimento público; 
  • Praticidade (o suprimento ocorre no ponto de consumo). 

 Sobre a Ambipar:  

Com sede em Nova Odessa, SP, a Ambipar é uma multinacional brasileira, com presença em 16 países da América do Sul, Europa, África, América do Norte e Antártida.  Formada pela Ambipar Environment e Ambipar Response, dois segmentos de referência no mercado de gestão ambiental,tem em seu DNA o comprometimento com as questões sustentáveis, trabalhando os Pilares ESG dentro de seus negócios e apoiando seus clientes. Além das soluções ambientais através do setor de PD&I, também adquiriu duas empresas de software, reforçando sua atuação na gestão ambiental, garantindo um compliance efetivo, contando com tecnologia e inteligência artificial. 

Com diversas patentes registradas de produtos sustentáveis, promove a economia circular e auxilia empresas com a destinação correta de seus resíduos. Dentre as principais inovações destacam-se o ECOSOLO um condicionador de solo produzido através de resíduos orgânicos e o ECOBASE, base para estradas e artefatos cimentícios para construção civil utilizando resíduos minerais oriundos da indústria de papel e celulose, bem como o COLLAGEN sabonete desenvolvido a base de colágeno oriundo das indústrias farmacêuticas.  

A Ambipar abriu capital em julho de 2020. Foi a primeira empresa de gestão ambiental a entrar na B3, a bolsa de valores do Brasil.   

Possui diversas certificações, dentre elas a ISO (9001, 14001, 45001, 22320), Sistema de Avaliação de Saúde, Segurança, Meio Ambiente e Qualidade (SASSMAQ) e segue os indicadores GRI (Global Reporting Initiative). Além disso, conquistou a certificação Together for Sustainability (TFS), participa do CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), entre outras. A organização é signatária do Pacto Global. 

Compartilhe