Central de Emergência [email protected] Escolha seu país:

Reverter a mudança climática requer uma transformação no modo como produzimos, adotando a valorização de resíduos para uma economia circular.

Equipe redação

Por Equipe de Redação
Publicado em 9 de setembro de 2021

Imagine se sua empresa a partir de hoje pudesse transformar lixo em dinheiro. Isto pode se tornar realidade por meio da valorização de resíduos, uma atividade ambientalmente sustentável e economicamente vantajosa, que tem tudo para moldar o futuro. Não por acaso, é uma tendência que só cresce em diversas indústrias, que passam a incorporar a economia circular a seus processos produtivos, agregando valor na cadeia de gerenciamento de resíduos e reduzindo a pegada de carbono.

Como a própria expressão indica, a valorização de resíduos é um processo por meio do qual materiais que seriam descartados deixam de ser lixo, voltando a ter lugar na cadeia produtiva. Isso pode ocorrer de diversas maneiras: como matéria prima, fonte de energia para outras indústrias ou mesmo como novos produtos sustentáveis. Tudo isso é possível com um toque de inovação.

Valorização de resíduos: muito além da reciclagem

A ideia de reciclagem, já bastante difundida para o público geral, normalmente refere-se a materiais e produtos como plásticos, metais, vidros, papéis e papelões. No entanto, a valorização de resíduos em escala industrial vai muito além e engloba a capacidade de processar e reaproveitar materiais que, a princípio, eram tidos meramente detritos ou inservíveis, como despojo de tratamento de efluentes, borras de tinta, óleos usados, aparelhos eletrônicos, borrachas, e inclusive resíduos perigosos. 

Isto depende, é claro, de um olhar atento e especializado sobre a cadeia de valor e os resíduos decorrentes dela. A recuperação, o tratamento e o devido reaproveitamento de materiais que seriam descartados demandam conhecimento técnico especializado e grande domínio no campo da inovação, uma vez que cada material tem particularidades e restrições para reutilização e destinação.

Vantagens da valorização de resíduos 

Um grande volume de lixo é descartado todos os dias nos processos industriais. São sobras de materiais, subprodutos de processos produtivos, embalagens, rejeitos e detritos. No entanto, boa parte disso poderia ter reaproveitamento econômico se fosse devidamente separada e tratada.

A melhor destinação do resíduo não é necessariamente o descarte adequado, mas a manutenção dos materiais em uso, minimizando o desperdício e reduzindo as emissões de carbono na produção de novos produtos do zero.

Isso porque, além de reduzir o que é destinado aos aterros sanitários, a valorização de resíduos contribui para diminuir a utilização de matéria virgem para fabricação de novos produtos e ainda tem potencial de gerar receita por meio da comercialização do que até então era considerado lixo. O foco, portanto, se desloca da destinação pura e simples dos resíduos, para de que forma eles podem ser reintroduzidos nos processos produtivos.

Inovação é a chave para ressignificar resíduos

O mercado vem passando por uma grande transformação da visão sobre reciclagem e reúso de materiais, que se torna muito mais pautada por uma perspectiva de investimento e de inovação. Impulsionada por uma ideia mais ampla de sustentabilidade, a valorização de resíduos é uma das bases da economia circular, que visa a otimização de recursos e redução de desperdício nos processos produtivos, trazendo benefícios ambientais, sociais e também financeiros.

Adicionalmente, a busca contínua pela melhoria das operações, com foco na adoção de processos mais limpos e também de soluções ambientalmente sustentáveis, contempla também os critérios de ESG, que tanto têm atraído o mercado e investidores. Ou seja, agrega também uma valorização de reputação e indicadores que trazem resultados positivos na hora de captar aportes financeiros e na preferência de compra dos consumidores.

Do gerenciamento à valorização de resíduos

Na indústria, a crescente demanda por materiais, ao lado de uma taxa ainda lenta de adoção de energias renováveis e incremento de processos produtivos são grandes desafios a se enfrentar na jornada para alcançar emissões líquidas zero até 2050.

Uma esperança reside na valorização de resíduos e na economia circular, que opera transformações importantes na maneira como os produtos são fabricados e consumidos, adotando estratégias que são capazes de reduzir significativamente as emissões de gases de efeito estufa. Tudo isso tendo como foco a viabilidade econômica, o melhor uso de recursos materiais e redução do impacto ambiental. 

Partindo do gerenciamento de resíduos, muitas empresas já começaram a desenvolver iniciativas de valorização desses materiais. No entanto, é um processo que sempre tem potencial de melhoria e expansão para atingir resultados mais expressivos. A melhor maneira de fazer isso, por outro lado, nem sempre é fácil de visualizar no dia a dia da produção.

Conheça as soluções da Ambipar

A Ambipar possui know-how em inovação de tecnologias ambientais para gerar soluções de alto valor agregado, patentes, produtos e licenças. Por meio do constante investimento em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias, nosso time é capaz de desenvolver projetos customizados para ajudar sua empresa a valorizar os resíduos da melhor maneira possível e implantar a economia circular do modo mais adequado ao segmento industrial do qual ela faz parte.

Compartilhe